Troyes: da rota de Champanhe à cidade das mil cores


Troyes é uma cidade renascentista no sul de Champagne, com ruas de casas em enxaimel multicoloridas dos anos 1500.

Não é por acaso que o local é conhecido como a “cidade das mil cores”.

O que pouca gente sabe é que esse apelido surgiu depois de um trágico desastre que aconteceu na região.

Casas em enxaimel multicoloridas dos anos 1500

A maioria dessas casas pintadas de cores vivas ocorre logo após um incêndio em 1524, quando quase toda a cidade teve que ser reconstruída, então há um nível de harmonia que você não encontra em nenhum outro lugar.

Leia também: A Rota dos Queijos AOP de Auvergne, na França

Portanto, se você está pensando em conhecer essa história de perto e fazer uma visita pela região, separamos alguns locais que valem a sua visita. Confira!

5 razões para visitar Troyes

1. Catedral de Troyes

Torre de São Pedro e Paulo Catedral em estilo gótico

Iniciada no século XIII e concluída mais de 400 anos depois, a Catedral de Troyes é muito harmoniosa por dentro e por fora, apesar de ter sido construída em diferentes épocas.

O edifício é inteiramente gótico e é considerado uma das mais belas igrejas, não apenas na França, mas em toda a Europa.

O que o impressionará é a sensação de espaço no ambiente, que é ao mesmo tempo, poderoso e cheio de graça.

A luz entra em mais de 1,500 metros quadrados de vitral.

Algumas dessas janelas são tão antigas quanto os anos 1200.

As mais famosas são as três rosas enormes, medindo dez metros de diâmetro e com ornamentos surpreendentemente intrincados, projetados pelo arquiteto renascentista Martin Chambiges.

 2. “Velha Troyes”

Centro de Troyes

Troyes tem um centro histórico que o transportará para uma era diferente.

Passear de loja em loja é quase uma atividade durante todo o dia, já que o bairro medieval é enganosamente grande.

Isso porque originalmente havia dois distritos: a Cité fica a oeste, ao redor da catedral e onde a nobreza e o clero residiam.

E então, no lado leste do Canal du Trévois, fica o Bourg, para os comerciantes e o restante da população.

Por todo o lado, há uma infinidade de casas com estrutura de madeira que evocam o período medieval e renascentista.

Com quatro andares de altura, esses edifícios adoráveis e frágeis são cobertos com frontões triangulares e todos têm diferentes tonalidades de manchas.

3. Coeur de Troyes

Coração de Troyes

No cruzamento da Rue Passerat e Rue Hennequin, há um símbolo moderno para Troyes, uma escultura monumental de um coração de aço inoxidável, feita pelo casal Michèle e Thierry Kayo-Houël.

A localização não é por acaso, pois esse local é o “coração” da cidade, onde o Bourg encontra a Cité no cais do canal.

Este monumento precisa ser visto à noite por suas luzes vermelhas pulsantes, que batem mais rápido à medida que você se aproxima e seu movimento é detectado por três câmeras dentro da escultura.

4. Bucey

Pombal do Grand Chaast

Se você gosta do contato com a natureza e com os animais, certamente deve se programar para uma visita a Bucey-en-Othe.

Essa pequena aldeia, que fica apenas 17 quilômetros de distância de Troyes, é recheada de história e de locais perfeitos para criar memórias inesquecíveis.

Suas casas antigas estão sempre cercadas por ruas floridas e muita tranquilidade. Essas características dão à pequena aldeia de Bucey uma sensação de boas-vindas que encanta os visitantes que se aventuram por lá.

5. Rota do Champanhe

Embora todas as casas de champanhe estejam sediadas mais ao norte, em Reims e Épernay, o vinhedo se estende até o Sul de Troyes.

De fato, cerca de um quinto das vinhas que produzem champanhe estão no território de Aube, tornando-o o segundo maior produtor desta bebida premiada.

Em 30 minutos, você estará na região de Côte des Bar e em uma rota de Champagne que percorre mais de 200 quilômetros, através de encantadoras aldeias de pedra nas colinas.

Muito do que os produtores familiares fazem nesta parte sul de Champagne é vendido para os grandes nomes do Norte.

Não deixe de incluir Troyes no seu próximo passeio para França e aproveite todos os encantos que a “cidade de mil cores” tem a oferecer.

Fonte: Redação









Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*