Florença proíbe comer em ruas do centro histórico


Os visitantes do centro histórico da cidade de Florença, na Itália, podem receber multas que vão de £150 a 500 por comer nas ruas.

Segundo o jornal britânico “The Independent “, a medida, que entrou em vigor em 4 de setembro, faz parte de um esforço para reduzir o aglomerado de pessoas que se juntam nas lojas de alimento nessas áreas, dificultando o acesso.

Ruas cheias de gente na Itália
Restaurantes e mercados de rua atraem milhares de turistas diariamente no centro da cidade

Quatro ruas – Via de ‘Neri, Piazzale degli Uffizi, Piazza del Grano e Via della Ninna – são afetadas pela nova lei, que permanecerá por quatro meses.

A restrição, porém, será das 12 às 15h e das 18h às 22h, horários de pico. Placas de sinalização e panfletos já foram disponibilizados nos locais para alertar turistas e moradores.

“Se os turistas se comportarem em Florença como se estivessem em casa, serão sempre bem-vindos, especialmente se quiserem provar as nossas especialidades gastronômicas”, diz Dario Nardella, presidente da Câmara de Florença, ao The Independent.

Em 2017, para evitar este problema, a câmara de Florença instalou mangueiras nos locais mais emblemáticos da cidade para os manter o chão molhado e evitar que os turistas fizessem piqueniques naquela região.

Fonte: Redação Viajar









Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*